Normalmente acontece com crianças até 12 anos, e pode ser mais comum durante epidemias de inverno, quando o número de doenças virais aumenta.

Costuma causar danos graves no cérebro e fígado, causando delírio e torpor (e até coma em alguns casos), vômitos contínuos irritabilidade etc.

A pressão do cérebro é bem aumentada e, portanto é por vezes, diagnosticada como meningite, encefalite, diabetes, overdose por droga, envenenamento, etc…

Síndrome de Reye 2Geralmente ocorre quase junto com uma infecção viral prévia, como gripe ou catapora, alguns médicos associam ao uso da aspirina (Salicilato) que é dado à criança para curar a 1ª infecção. Após 5 a 7 dias do início da enfermidade pode-se desenvolver a Reye, quando a criança está convalescendo da gripe ou infecção viral.

A área médica costuma restringir o uso da aspirina ou outros medicamentos que contenham Salicilato para menores de 19 anos, em época de processos virais.

O tratamento se baseia no controle dos órgãos afetados mantendo o sangue com níveis de substâncias químicas de modo equilibrado até desaparecerem sintomas da síndrome. Lembremo-nos que essa doença é aguda e de rápida progressão, a chance de recuperação está também na presteza do atendimento.

Publicação sugerida pelo autor.

17 Comentários Respondidos

  • Joselândia de Almeida Barbosa  6 de junho de 2017 em 16:45

    Acontece com crianças até 12 anos durante epidemia de inverno, quando há um pequeno aumento de doenças virais, causando danos ao fígado e cérebro e por vezes diagnosticada por meningite, encefalite, diabetes, overdose por drogas. O tratamento se baseia no controle dos órgãos afetados, mantendo o sangue com níveis de substancias químicas de modo equilibrado até desaparecerem os sintomas da síndrome. Por ser de rápida progressão o tratamento imediato, favorece a recuperação.

    Responder
  • Valdineia Quintino Gomes Evangelista  7 de junho de 2017 em 02:15

    A síndrome de REYE pode aparecer até aos 12 anos, geralmente junto com infecções viral , alguns médicos associam o aparecimento da REYE por causa do uso da aspirina e muitos médicos restringe o uso deste medicamento em menores de 19 anos. Por isso é importante fazer uso de medicamentos com orientação médica.

    Responder
  • Tania Regina Francisco  7 de junho de 2017 em 20:58

    Ê uma doença grave, de rápido progressào e muitas vezes fatal, ocorre em crianças e está relacionada ao salicilato em conjunto com uma infecção . Geralmente a doença manifesta-se por náuseas , vômitos, confusão ou delírio. Ela se manifesta com crianças até os 12 anos de idade , dando danos no fígado e cérebro .

    Responder
  • Eliana Azevedo Morellato Trancoso  7 de junho de 2017 em 21:04

    Essa síndrome é uma doença grave, de rápida progressão e muitas vezes fata, que acomete o cérebro e o fígado, ocorre em crianças e está relacionada ao uso de salicilatos com conjunto de infecção viral.

    Responder
  • Claudia Santos Coutinho  8 de junho de 2017 em 10:07

    Síndrome que pode causar problemas seríssimos. A atenção deve ser redobrada a fim de evitar problemas mais sérios e irreversíveis. É fundamental o controle e equilíbrio dos níveis para que seja controlada a síndrome.

    Responder
  • Alcéia de Fátima Leite Barcellos  8 de junho de 2017 em 11:19

    A prevenção e o remédio mais indicado para evitar transtornos físicos e psicológicos no futuro. Uma simples gripe ou catapora teve ser cuidada com muito desvelo, pois suas consequências podem ser traumatizantes para acriança e seus familiares. O professor deve ficar atento ao síndromas como: dor de cabeça, vômitos, sonolência e relatar ao responsável pela criança. A rapidez se faz necessária para garantir uma recuperação eficaz.

    Responder
  • Rozineia Ferreira  8 de junho de 2017 em 17:17

    Síndrome de Reye pode aparecer em crianças até 12 anos, e geralmente acontece durante epidemias de inverno, causando danos graves no cérebro e fígado. A pressão do cérebro aumenta e por isso é fácil confundi-la com outras doenças (meningite, encefalite, entre outras). O diagnóstico rápido pode amenizar os seus sintomas diminuindo riscos posteriores.

    Responder
  • Simone Cândida de Andrade  8 de junho de 2017 em 17:57

    Resultante de doenças virais de Inverno, causa pressão no cérebro que pode acarretar sequelas. Por isso, faz-se necessário acompanhamento médico para o diagnóstico.

    Responder
  • ELISÂNGELA OLIVEIRA LIMA  9 de junho de 2017 em 09:03

    A síndrome de Reye pode levar a óbito, se houver demora em ser diagnosticada devido aos comprometimentos que ela causa no organismo da pessoa.

    Responder
  • Suênia Pádua  9 de junho de 2017 em 10:15

    esta síndrome pode acometer crianças de até 12 anos e causar danos seríssimos à saúde delas, podendo inclusive matar. É importante fazer o controle até que ela esteja controlada, assim evitando consequências mais graves.

    Responder
  • Helenir de A. Bertoldo Buker  9 de junho de 2017 em 11:02

    Impressionante como tais informações sobre síndromes raras como esta não seja divulgada, para que os pais ou responsáveis fiquem em alerta ao primeiro sinal de uma simples gripe. As vezes o que achamos ser uma simples virose, pode ser o inicio de uma grave doença, que o conhecimento dobre essa síndrome fique de alerta para a partir de qualquer sintomas, possamos rapidamente procurar ajuda profissional para um diagnóstico precoce.

    Responder
  • Evelyn de Amorim Bastos Azevedo  9 de junho de 2017 em 13:18

    A síndrome de Reye ela é mais comum em crianças com até 12 anos de idade.
    Ela costuma se manifestar mais em períodos de frio onde surge mais as epidemias virais as quais são usados medicamentos como aspirinas para a cura da doença provocada pelo vírus. Porém quem possui a síndrome de Reye o uso desses medicamentos pode causar convulsões, vômitos, meningite, encefalia,problemas no fígado entre outros problemas.
    Se não for diagnosticado logo essa síndrome pode levar a óbito e o tratamento é o controle dos órgãos afetados mantendo o sangue com substancias químicas controladas.

    Responder
  • Leticia Ramos Rodrigues  9 de junho de 2017 em 19:33

    síndrome de REYE – Essa doença manisfesta – se por náuseas, vômitos, confusões e delírio. Ela se manifesta em crianças até 12 anos de idade e no período de frio.

    Responder
  • Zenaide Fernandes  9 de junho de 2017 em 20:40

    Portanto quando as crianças são diagnosticadas com essa síndrome, é bom ter o conhecimento desta situação para não comprometer seriamente a saúde das crianças, fornecendo substâncias para aliviar o desconforto que eles trazem as doenças , tais como febre ou dor de cabeça.

    Responder
  • Augusto Manoel Ribeiro Junior  9 de junho de 2017 em 23:54

    A síndrome de Reye que atinge crianças menores de 12 anos, geralmente se apresenta junto com um quadro infeccioso como uma gripe, associada ao uso da aspirina, é de rápida progressão se manifestando após 5 a 7 dias provocando sérios danos ao cérebro e ao fígado. A rapidez na identificação e início do tratamento preservará a integridade da criança.

    Responder
  • Nathália Barreto Pinheiro  6 de dezembro de 2017 em 11:12

    Em primeira instância, faz-se necessário um diagnóstico médico, tendo em vista que a doença acomete o cérebro e o fígado, e está ligada a infecção viral e ao uso de salicilatos. Por isso a importância de sempre consultar um médico, evitando as auto medicações.

    Responder
  • El Receton  21 de dezembro de 2017 em 19:04

    Increíble, de muchos artículos que he leído sobre la temática este es de los que mejor me han semejado, gracias, un abrazo!

    Responder

Deixe um comentário

Por favor, insira seu nome. Por favor, indique um endereço de email válido. Por favor, indique uma mensagem.