Literatura infanto juvenil: ampliando horizontes. 2Vemos, com frequência, educadores reclamarem sobre o pouco interesse de crianças, jovens e adultos, no tocante à preciosidade da leitura. Isso implica, não só na motivação intrínseca para a busca a investigação da vida, mas também à estimulação ao prazer e hábito de ler.

O fato de vivenciarem a leitura em seu desenvolvimento, crianças e jovens encontram certas facilitações e pouca estranheza, livros, revistas, jornais e similares parecem fazer parte de seu cotidiano, como algo quase natural.

Sabemos, entretanto, que nem todas as famílias têm o tempo ou hábito para a leitura constante, ou por não poder comprá-los sempre ou por terem outras modalidades de busca de saberes, como pela Internet, CD-Rom’s, etc. Por outro lado, nem todas as crianças vivenciam nos CEI’s (Centro de Educação Infantil) oportunidades ricas de convivência com a leitura.

Muitos são os que preferem textos virtuais ou visualizarem as TV’s, repórteres, em lugar de jornais e livros atuais. Pouquíssimos são aqueles que, mesmo leitores constantes, se ocupam da literatura em toda a sua riqueza cultural, por considerar em “poucas práticas” e não condizentes com sua vida instrumental e pragmática.

Literatura infanto juvenil: ampliando horizontes. 3Não estamos aqui, fazendo conceitos de julgamentos com valores estáticos ou tradicionais a favor da literatura, mas abordando uma questão factual com seus prováveis ou comprovados e feitos na vida de aprendizado social das novas gerações. Seja como for, com hábitos advindos da família, ou não, pertence agora à escola, o desafio de colaborar com as crianças e jovens, no desenvolvimento desse hábito, considerado em sua relevância cognitiva, afetiva e social.

A linguagem é considerada pelos linguistas e psicolinguísticas, e também por autores mais conhecidos como Piaget, Vygotsky, Luria e outros, como um dos mais significantes instrumentos culturais da humanidade, e sabemos que o acompanhar desse desenvolver pode probabilizar grandes sucessos e realizações na vida pessoal e social, de cada sujeito e seu ambiente sociocultural.

  • Colaboração Professora Mestre Renée Leão Borges

Publicação sugerida pelo autor.

Sem Comentários

Você pode postar o primeiro comentário.

Deixe um comentário

Por favor, insira seu nome. Por favor, indique um endereço de email válido. Por favor, indique uma mensagem.