TRANSTORNOS DA LINGUAGEM

►Comuns na infância / maturação e experiência fono/auditiva (linguagem dos familiares, reforçamento, etc…);Tópicos em Estratégias para Avaliação em Alfabetização. (Parte 02) 1

►Intervenção precoce ou tarefa pedagógica preventiva (não correção) de modo facilitador e autopreservador da autoimagem;

►Existem aspectos também neurobiológicos na linguagem (órgão legislador da palavra – lobos anteriores do cérebro); lesões frontais podem comprometer a comunicação;

►O hemisfério esquerdo é responsável pela sequência temporal do ato de falar (carga afetiva de linguagem);

►A aquisição da linguagem se dá ao longo da vivência social e maturidade do SNC, dentre outros. Suas etapas são: sensação, percepção, elaboração, programação de respostas e articulações e emissão da fala;

►Hoje falamos em linguagem oral, gestual, escrita, Braille, LIBRAS, e até virtuais;

►Distúrbios de fonação (Exemplo congênito cri-du-chat: miado de gato) podem ser simples – primários ou secundários mais complexos;

►Disfonias transitórias (primárias e hormonais. Exemplo: adolescentes);

►Disartrias (articulatórias primárias ou secundárias neurais);

►Distúrbios do ritmo da fala (gagueira, taquilalia, bradilalia, clutter, etc…)

►Predominâncias no sexo masculino.

 

Publicação sugerida pelo autor.

Sem Comentários

Você pode postar o primeiro comentário.

Deixe um comentário

Por favor, insira seu nome. Por favor, indique um endereço de email válido. Por favor, indique uma mensagem.