Publicação sugerida pelo autor.

30 Comentários Respondidos

  • Diego Afonso de Souza  12 de novembro de 2021 em 14:06

    É satisfatório entender de uma maneira detalhada o que simples brincadeiras geram na mente de uma criança no sentido de prepara-la como pessoa e para a vida em sociedade, fazendo com que a mesma aprenda o princípio da obediência, e trazendo a qualidade resiliência, pois é comum para todos termos problemas e dificuldades e com a resiliência podemos atravessas essas adversidades tirando algum aprendizado.

    Responder
  • Ana Beatriz Sarmento  12 de novembro de 2021 em 15:07

    Geralmente quando falamos em “brincar” pouco se pensa na eficácia e o quão poderoso esse ato pode ser na formação de uma criança.
    pois quando introduzimos princípios de formação de caráter por exemplo, levamos a criança a entender o espaço a qual ela ocupa e os deveres que precisam ser cumpridos em quanto sociedade. As regras impostas nos jogos servem para as crianças criarem limites, e também aprender a perder, oque é um grande desafio, uma vez que as crianças em sua maioria estão na fase egocêntrica onde tudo deve ser voltado para si própria.

    Responder
  • ALINE APARECIDA NEVES DE OLIVEIRA  15 de novembro de 2021 em 11:32

    Brincar é essencial para que a criança se desenvolva, ele traz inúmeros benefícios para a sua formação; o brincar deve ser sempre prazeroso para ambos envolvidos, a brincadeira pode ser simples ou bem elaborada, mas deve ser levado sempre em consideração os indivíduos ali inseridos para que se planeje de acordo com o público alvo. As brincadeiras trazem ludicidade e motivação não só para as crianças como para os adultos, não tem limite de idade e os seus benefícios são para a vida toda.

    Responder
  • Patricia Martins Valério  15 de novembro de 2021 em 14:26

    Como é gostoso brincar!! No brincar o indivíduo desenvolve tantas habilidades né?! Na infância o brincar é extremamente importante na vida da criança. É também no brincar que ela aprende a respeitar o tempo e o espaço do outro coleguinha e respeitar regras impostas pelo o adulto. Além disso, no brincar a criança desenvolve habilidades motora, cognitiva, emocional e intelectual, etc…e brincar faz muito bem para saúde. Agora na fase adulta… como é gostoso relembrar as memórias que foram construídas na infância . Claro que as brincadeiras de rua , eram as melhores.

    Responder
  • Fabíola Liberato Meirelles  15 de novembro de 2021 em 15:53

    Falando das brincadeiras, elas oferecem as crianças oportunidades de socialização com os pares da mesma idade, de aprender a entender os outros, de se comunicar e de negociar, também favorecem as crianças à desenvolverem habilidades básicas do aprendizado que é a leitura, a escrita e a matemáticas.

    Responder
  • Marta da Silva de Souza  16 de novembro de 2021 em 15:11

    Aprender de forma prazerosa proporciona à criança a possibilidade de construir a sua imaginação e, progressivamente, aprender a distinguir o real do imaginário. Os benefícios da ludicidade não estão restritos apenas ao ambiente escolar. Mas, são capazes de influenciar o sujeito ao longo da vida adulta.

    Responder
  • Janayna Gomes Caetano  16 de novembro de 2021 em 15:18

    O universo lúdico da brincadeira permite experimentar novos sentimentos, reproduzindo situações vividas em seu cotidiano, fazendo um treino para a vida adulta.
    A criança, ao brincar, desenvolve o corpo e o intelecto, e coloca o conteúdo escolar em prática de forma natural.
    Os brinquedos na infância funcionam como uma ferramenta que potencializa o desenvolvimento infantil.

    Responder
  • Fabiany Gomes Soeiro  16 de novembro de 2021 em 16:44

    O ser humano não foi feito para ficar parado, estatico. Vemos aqui também, os jogos na educação infantil, facilitam desenvolver entre outros , habilidades motoras verbais, raciocínio mental e de percepção visual.

    Responder
  • Erlane Ferreira Silva  16 de novembro de 2021 em 19:38

    É brincando que a criança mostra suas experiências, tudo o que já vivenciou. Desenvolve a criatividade e imaginação.

    Responder
  • Jéssica Menezes Dos Santos  16 de novembro de 2021 em 20:56

    Ao ler o texto acima; chego a perceber que o professor não precisa de muitos recursos para construir um brinquedo em sala, ou jogos. Hoje com ajuda dos alunos e colaboração podem ser feitas diversas atividades em sala, seja elas com músicas, instrumentos ou jogos.

    Responder
  • Valéria dos Anjos Souza  16 de novembro de 2021 em 20:57

    O brincar e magico para as crianças e uma realização, e satisfatório para alguns pode ser tão pouco mais para as crianças é muito mais muito mesmo, e no brincar que essas crianças vão ter histórias para contar e brincadeiras para passar de geração a geração e se transformar num ser social.

    Responder
  • Claudiomara Cirilo Pereira  16 de novembro de 2021 em 21:19

    O ato de brincar é muito prazeroso para a criança, e saber que as brincadeiras contribuem tão significativamente para o desenvolvimento intelectual, cognitiva e motor, nos faz refletir um pouco mais sobre o papel da ludicidade, que tem seu espaço garantido nas brincadeiras, conteúdo temos o dever de esclarecer que o lúdico não esta apenas na escola e na educação infantil, o lúdico está em todos os lugares. Afinal de conta a ludicidade se encaixa em todos os meios de aprendizagem.

    Responder
  • Sandra Falcão  17 de novembro de 2021 em 17:22

    Como é importante deixar a criança ser criança!
    A fase exige aprendizados que a própria brincadeira pode oferecer. E fortalecimento de afetos, a aceitação e o cumprimento de regras, a concentração e a atenção, aprender o significado da resiliência,o compromisso, a habilidade e o seu desenvolvimento, são primordiais para a formação da personalidade de cada um, e integralidade para toda a vida se exercitado desde a infância.

    Responder
  • Eliane Torezani  17 de novembro de 2021 em 17:58

    Ah o brincar…como é gostoso! Rs
    Esse texto me levou a minha infância…
    É tão certo que as brincadeiras, o brincar fica na memória da crianca que lembro ate hoje delas..rsrs
    Brincadeiras em grupo ensinam muito a criança interagir entre si e a socialização em grupo e com o mundo, e essas também ficam na memória, associando por exemplo uma música da brincadeira a uma situação que esteja vivenciando, e tambem faz viajar no lúdico. A criança se vê personagem “real” da música, da história, etc.

    Responder
  • CRISTINA LUCIA NASCIMENTO MENDES  18 de novembro de 2021 em 11:53

    Brincar é um direito que toda e qualquer crianças deveriam ter, porque o brincar é algo muito importante para o seu desenvolvimento. É através do brincar que a criança, experimenta todos os tipos de experiências, podendo explorar o mundo e revelando seu estado cognitivo, a coordenação motora e o social.

    Responder
  • Jasiane Silva Alves  18 de novembro de 2021 em 18:25

    Brincar é essencial para o desenvolvimento para o desenvolvimento psicomotor, social e entre tantos outros para a criança, não é atoa que o brincar na educação infantil está homologado na bncc, toda criança tem o pleno direito ao brincar e desenvolver, conhecer a percepção de mundo através das brincadeiras.

    Responder
  • Andréia Baptista Falcão  20 de novembro de 2021 em 13:00

    O brincar não é só uma atividade de lazer, é um meio privilegiado da criança expressar os seus sentimentos, suas emoções, suas percepções, desenvolver o raciocínio, a atenção, a imaginação, a criatividade, a noção de respeito por si mesmo e pelo outro; o cumprimento e aceitação das regras.
    Resumindo, o brincar desenvolve a capacidade emocional, intelectual, motora e social da criança.

    Responder
  • Larissa Barreto Lima Santos Soares  20 de novembro de 2021 em 19:43

    O ato do brincar proporciona a criança muitos sentimentos e valores para o seu processo de construção do seu desenvolvimento. A criança tem mais autonomia, conquista novos valores e costumes, fora a grande contruibuição para seu processo afetivo e de aprendizagem. Um vasto espaço de exploração, ideias e saberes que irão confrontar a criança no seu modo cognitivo de pensar, com meio que vive e com meio que está interagindo.

    Responder
  • ADRIANA REIS CERUTI DE OLIVEIRA  21 de novembro de 2021 em 16:46

    AS BRINCADEIRAS PERMITEM QUE AS CRIANÇAS DEMONTREM SEUS S CONHECIMENTOS , SUAS HABILIDADES E SUA COMPREENSÂO SOBRE UM TÓPICO DE UMA MANEIRA MENOS ESTRESSANTE.FAVORECENDO CADA ESTUDANTE A TER UMA PERCEPÇÃO MAIS POSITIVA EM SALA DE AULA E FAVORECE A ELE UMA INDICAÇÃO VERDADEIRA DE SUA PRÓPRIA EVOLUÇÃO NOS ESTUDOS.

    Responder
  • Jéssica Menezes Dos Santos  21 de novembro de 2021 em 17:01

    Na educação Infantil utiliza-se jogos educacionais que podem ser feitos com poucos matérias e sem nenhum custo,com a participação e colaboração dos alunos .

    Responder
  • Suelen Peixoto  21 de novembro de 2021 em 17:21

    Através da brincadeira podemos aplicar os 4 pilares da educação, ao brincar a criança aprende a conhecer, a conviver, a fazer e a ser. A brincadeira enriquece o desenvolvimento da auto confiança, curiosidade, autonomia, pensamento e linguagem. Além disso, desenvolve algumas competências relevantes, como a atenção, a imaginação, a memória e a imitação. Deste modo, podemos aplicar uma abordagem qualitativa na educação.

    Responder
  • Denise Reis de Souza  21 de novembro de 2021 em 18:37

    O brincar é a parte essencial para o aprendizado, além de ser um direito de toda criança. Através da brincadeira que só em seu ato oferece vários benefícios, é possível adquirir conhecimentos e valores necessários ao nosso desenvolvimento, principalmente na fase da educação infantil.
    Geralmente a sociedade vê a educação infantil como um espaço somente de brincadeiras, o “brincar por brincar”, mas durante esses momentos a criança está desenvolvendo várias habilidades como, interação, o respeito a regras, habilidades motoras,cognitivas ,emocionais entre outros, e onde ele desenvolve a sua percepção de mundo.

    Responder
  • Ariana alves  22 de novembro de 2021 em 08:36

    A criança quando vai brincar, pensa e analisa sobre sua realidade, e o meio em que está inserida, conversando sobre regras e papéis sociais. Ao brincar a criança aprende a conhecer, a fazer, a conviver
    o desenvolvimento da autoconfiança da criança gera a curiosidade, autonomia a linguagem e o pensamento.
    Brincar é um dos principais meios de aprendizagem da criança e permite o desenvolvimento da coordenação motora ampla, da coordenação motora fina, desenvolve a comunicação, habilidades de aspectos sociais e cognitivos.
    Por isso é tão importante à garantia da convivência da criança nas escolas.

    Responder
  • Pâmela Mindas  24 de novembro de 2021 em 12:18

    O brincar ajuda no desenvolver da criança, é uma maneira para ela aprender sobre regras, partilha, e quando perdem em jogos aprendem como lidar com suas frustações. Quando expostas a jogos de memorias, dama ou xadrez, são estimuladas a pensar mais, fazendo com que trabalhe com estratégias, tornando-as quando adulto uma pessoa quem tem mais facilidade de elaboração em determinadas situações quando necessário.

    Responder
  • Cyntia Sousa  26 de novembro de 2021 em 11:08

    As atividades lúdicas, os jogos, as brincadeiras, oportunizam o desenvolvimento das aprendizagens cognitivas e socioemocionais, facilitando assim os mais variados processos de expressão, comunicação, socialização, construção do conhecimento, além do desenvolvimento psicomotor.

    Responder
  • ANA RIBEIRO  27 de novembro de 2021 em 16:15

    As brincadeiras fazem parte do desenvolvimento psicossocial e físico das crianças, todos os tipos de jogos seja simples ou mais complexos possibilitam diferentes tipos de compreensão do interno e externo da criança.

    Responder
  • Fabricia Clara Dias Mozer  30 de novembro de 2021 em 16:57

    O brincar e essencial na vida da criança, onde ajuda a estimular o desenvolvimento da criança como também na aprendizagem. É no brincar que si aprende a desenvolver suas habilidades motoras, cognitivas, afetivas etc… E muito importante o brincar, assim a criança aprende a si interagir com o outro no meio social.

    Responder
  • ERICA SAMORA  30 de novembro de 2021 em 20:44

    O brinquedo e brincadeira se vinculam para construção do conhecimento. Segundo apontamentos deve-se ser trabalhada brincadeiras livres, não estruturadas, com as regras conduzidas e modificadas pelo desejo das crianças, em determinadas situações.

    Responder
  • Priscila  30 de novembro de 2021 em 21:23

    Brincar é fundamental para criança, ela se desenvolve e ainda aprende muito.

    Responder
  • Carina Aguiar da S. Conceição  1 de dezembro de 2021 em 09:31

    O ato de brincar de deixar a criança ser criança para que ela possa se desenvolver. É o que muitos pais não compreendem que cada criança tem o seu tempo para se desenvolver e que o brincar é muito importante na vida da criança. Temos o papel de esclarecer aos pais essa importância.

    Responder

Deixe um comentário

Por favor, insira seu nome. Por favor, indique um endereço de email válido. Por favor, indique uma mensagem.